• ENEjr

NOVAS TARIFAS DA CELESC: COMO desde as residências as grandes industrias serão afetadas.


Nesta última terça-feira (17 de agosto), foi aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) a revisão periódica das Centrais Elétricas de Santa Cataria (CELESC).


A ENE te ajuda a saber o que mudou e como isso te afetará!




Confira abaixo os novos índices que entraram em vigor essa semana:


fonte: www.aneel.gov.br


O QUE ISSO QUER DIZER.


QUAIS AS JUSTIFICATIVAS DA CELESC PARA TAIS AUMENTOS.


COMO ECONOMIZAR NA CONTA DE ENERGIA PARA CONTORNAR O REAJUSTE.

O que isso quer dizer:


- Consumidores B1: unidades consumidoras residenciais de baixa tensão. Aumento de 5,17% em sua conta de energia


- Consumidores de Baixa tensão em média: B2 (rural); B3 (indústrias, comércios, serviços, entre outros); B4 (Iluminação pública). Aumento de 5,83% em sua conta de energia


- Consumidores de Alta tensão em média: A1 (>=230kw); A2 (de 88 a 138kw); A3 (69kw): A4 (de 2,3 a 25kw). Aumento de 5,34% em sua conta de energia


Em média, o aumento será de 5,65% para o consumidor final. Tais taxas serão aplicadas de 22 de agosto de 2021 até a mesma data em 2022.



A ENE pode ser a solução para a economia na conta de energia do seu comercio/indústria/serviço!


Faça uma análise fatura grátis a partir desse link e não deixe os aumentos da CELESC te derrubar.


Quais as justificativas da CELESC para tais aumentos:


Segundo a companhia, o reajuste se deve a ação judicial promovida pela mesma, que busca excluir o ICMS (Imposto sobre a circulação de mercadorias e prestação de serviços) da base do cálculo do PINS/COFINS (tributos previstos pela Constituição Federal).


Visando que a tarifa paga pelo consumidor deve cobrir os custos de geração, transmissão, distribuição, encargos setoriais e impostos, a CELESC atesta que os custos com aquisição de energia, os componentes financeiros e os encargos setoriais foram os que mais impactaram para a composição da revisão.


Para mais informações sobre os processos tarifários, acesse o link entendendo a tarifa , e no app ANEEL Consumidor.


Como economizar na conta de energia para contornar o reajuste:



- No ambiente residencial: o primeiro passo é prestar atenção nos detalhes do dia a dia. Apague sempre as luzes que não estão em uso; tire os equipamentos elétricos da tomada; evite o uso de refrigeradores ou aquecedores. Para uma economia mais significante e eficiente, uma opção é a instalação de placas fotovoltaicas.


Podendo reduzir em até 95% sua fatura de energia com um investimento único, a geração própria de energia vem sendo a escolhida por quem quer economizar sendo sustentável




- No ambiente industrial/comercial/serviços gerais: além de evitar gastos desnecessários como luzes acessas, é de suma importância que preste atenção nos detalhes da sua instalação. Caso utilize de máquinas antigas, o responsável pelo alto custo na fatura de energia pode ser motores desregulados e antigos, com baixa eficiência! Faça aqui um orçamento para análise de motores.

É possível reduzir o valor de sua fatura de energia em um clique!


A ENE analisa grátis a sua fatura!



Ainda ficou com dúvida?



A ENEjr é uma empresa vinculada a Universidade Federal de Santa Catarina, entre em contato conosco que te ajudamos a resolver seu problema!


Faça o download gratuito do nosso Ebook de fator de potência!