• ENEjr

Por que fazer uma análise de fatura?

Atualizado: 10 de Out de 2019



Economizar, palavra atraente, composta de um significado sinônimo de viagens, sonhos e metas, em um dicionário informal, descobrimos que é o ato de administrar economicamente, poupar algum bem.


Dito isso, surge uma pergunta que pode lhe ser interessante, o que você faria, se de fato, você pudesse economizar? E melhor ainda, e se você pudesse economizar em algo que você pode estar pagando sem a menor necessidade? É com estes questionamentos, que entra em ação a análise tarifária.


Da série de perguntas que te fazem notar onde seu dinheiro é aplicado e qual a necessidade disso, aparecem mais algumas perguntas, tais como, você paga o justo pela sua fatura de energia? Paga algum tipo de multa? Sua demanda contratada está ideal para seu tipo de consumo? Dependendo da sua resposta para essas questões, uma análise tarifária pode ser a chave para uma verdadeira economia.


Antes de qualquer coisa é necessário entender em qual grupo tarifário você se encontra, e qual seria o ideal para o seu perfil de consumo. Por exemplo, as tarifas do grupo A, de maneira geral, são para clientes de elevado porte, como indústrias, grandes estabelecimentos comerciais, supermercados, shoppings, dentre outros locais que por terem um consumo de energia muito grande, precisam que a entrega da eletricidade aconteça em tensões mais altas.


Vale salientar que estes clientes vão pagar tanto pela energia (kWh), quanto pela demanda de potência (kW). Já as tarifas do grupo B, são para aqueles consumidores que são atendidos em uma tensão abaixo de 2300V, a chamada baixa tensão.


Estes consumidores podem ser divididos em algumas classes de consumo, que vão desde o “B1” que engloba a classe residencial e subclasse residencial de baixa renda, passam pela “B2” classe rural, “B3”, que vai representar outras classes como: comercial, industrial, consumo próprio, serviço público, poder público e serviços. E por fim, a “B4” que seria a classe de iluminação pública.


Ainda existe a possibilidade para indústrias, estabelecimentos de pequeno porte, vir a economizar muito dinheiro com a classe B optante.


E todas essas análises são realizadas pela ENEjr, desde se você está no grupo tarifário correto, evitando casos como o de consumir mais energia do que a demanda contratada inicialmente, no qual você pagará não só o que foi excedido, mas também o dobro do valor da demanda (por kW excedido), resultando num custo muito maior do que deveria caso a demanda estivesse correta. E indo até uma verificação se existem multas de fator de potência, que sinaliza um problema com o dimensionamento do seu banco de capacitores.


Logo, se você ainda não está convencido, e respondendo à pergunta do título, “por que fazer uma análise de fatura?”, nós lhe respondemos com dados, nos últimos 2 anos, a ENEjr proporcionou R$180.000,00 reais em economia para nossos clientes com projetos de análise tarifária. Entre em contato e faça seu orçamento gratuito.




313 visualizações
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco

Empresa Júnior de Engenharia de Energia. ENEjr.

2020.

Araranguá, Santa Catarina