• ENEjr

SUPERMERCADOS: COMO REDUZIR O CONSUMO DE ENERGIA

Independente do seu porte, um supermercado tem como uma das suas maiores despesas a energia elétrica. Na maioria das vezes, esse custo é tratado como inflexível pelo proprietário, mas não é bem verdade.


Existem vários caminhos para reduzir o preço da sua conta de luz, mas antes de saber onde encontrar essa economia, é necessário entender seus gastos.



Segundo pesquisas da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo) e da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados), as faturas de energia superam gastos como aluguel e ficam atrás somente da folha de pagamentos.


Muita coisa, né?


Pois bem, os aparelhos de refrigeração podem significar até 40% desse consumo. Além disso, iluminação, climatização do ambiente, motores e máquinas também são fontes de custo que podem gerar grande alteração na sua conta.


Mas como fazer para diminuir seu gasto?


EQUIPAMENTOS E INFRAESTRUTURA


Dentro do setor, é muito importante analisar a performance e a vida útil de cada equipamento. Em algumas situações, se torna viável a substituição de maquinário antigo por um mais moderno, tendo em vista que o investimento pode ser recuperado com o tempo nas próximos faturas.


Um exemplo simples de economia em energia são as lâmpadas de LED, que chegam a ser 80% mais econômicas que os outros modelos e tem uma vida útil 25 vezes maior.


É necessário frisar que, para evitar desperdícios da sua energia, é importante que a manutenção dos utilitários esteja em dia. Cuidados como vazamentos, vedação, falta de lubrificação e entre outros são facilmente esquecidos nesse meio.


MOTORES


Segundo dados da Abimaq (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos), a idade média de máquinas no Brasil é de 20 anos, um número alto comparado aos países desenvolvidos no mundo.


Motores antigos sofrem muitas manutenções, o que faz com que eles precisem de mais energia para trabalhar e assim, percam eficiência energética.


Cada rebobinada de um motor, na maioria das vezes, tira de 3 a 7,5% da sua potência. Dessa forma, recomenda-se serviços de reparos executados por profissionais confiáveis e não se deve fazer muitas vezes num mesmo equipamento.


Por isso, não insista no erro. Novos maquinários são sinônimos de eficiência e lucratividade!


Quer saber se está perdendo dinheiro com seus motores? Entre em contato! A ENEjr tem profissionais especializados e um preço único!


REFRIGERADORES


Como citado anteriormente, eis o grande consumidor de energia de um supermercado. Os refrigeradores!


Freezers e câmaras frias são essenciais no seu comércio e, por isso, aqui vão algumas dicas para economizar e torná-los mais eficientes:


⦁ É crucial ter portas de vidro nos expositores, dessa forma o contato entre o ar ambiente e o ar resfriado é menor, e a entrada de umidade que provoca a formação de gelo, também.


⦁ Realizar o degelo de freezers e câmaras frias é muito importante para manter o bom funcionamento dos equipamentos. Investir em sistemas de degelo automatizados e inteligentes otimizará esse processo e pode trazer uma relevante economia na conta de luz.


⦁ Cuidado com o espaço! Quando muito cheios, esses equipamentos precisam de muita energia para manter a temperatura. Por isso, fique atento com a capacidade e armazene apenas o necessário.


⦁ Crie uma rotina de higienização e manutenção do seu maquinário. Problemas com esse tipo de equipamento causam um grande gasto repentino no final do mês. Evite esses inconvenientes trocando óleo dos componentes do sistema e mantenha as serpentinas de evaporadores e condensadores limpas.


VOCÊ ENTENDE SUA CONTA DE LUZ?


É muito comum em empresas de todos os tamanhos não ter uma estratégia de energia elétrica e isso pode acarretar em prejuízo mensal.


Aqui vamos explicar alguns problemas para você ficar antenado!


baixo fator de potência


O fator de potência é a relação existente entre a quantidade de energia ativa e energia reativa que uma unidade consumidora possui.


Com o passar do tempo, os equipamentos vão perdendo sua eficiência e, da mesma forma, diminuem seu fator de potência.


A energia reativa não produz trabalho e circula entre a carga e a fonte de alimentação, ocupando um espaço no sistema elétrico que poderia ser utilizado para fornecer mais energia ativa.


Através do Decreto nº 479, a ANEEL estabeleceu o valor mínimo de 0,92. Assim, aplica-se uma multa para os consumidores que estão abaixo disso.


Para resolver isso, recomenda-se chamar um especialista, pois a solução pode estar desde a adição de um banco de capacitores até a substituição de equipamento.


Quer saber mais? Acesse aqui!


VOCÊ SABE QUAL A SUA DEMANDA?


A contratação incorreta da demanda da sua fatura de energia pode representar grandes prejuízos ao longo do tempo.


Com o crescimento da sua empresa, novos equipamentos são acrescentados e assim, seu consumo elétrico aumenta, mas se a sua demanda não for alterada pode resultar em multas que muitas vezes passam despercebidas.


Trazendo para números, um dimensionamento ideal pode economizar até 20% mensalmente na sua conta de luz, o que faz com que o investimento seja rapidamente retornado num curto período.


Esse tipo de incoerência pode ser facilmente solucionado por uma análise de fatura, que consiste em simular seu consumo em diferentes cenários com o intuito de encontrar seu dimensionamento ideal.


Quer saber se pode economizar na sua conta de luz? Nós conferimos gratuitamente!

Nos envie aqui!


Quer saber mais sobre análise de fatura? Acesse aqui!


geração própria


Bom, se nenhuma das soluções resolve seus problemas, talvez seja hora de tentar gerar sua própria energia!


A energia solar é uma ótima saída para praticamente zerar sua conta de luz, principalmente para consumidores do Grupo Tarifário B. Além do seguro retorno do investimento, a empresa ganha uma cara sustentável e ecológica, o que atrai mais clientes que estão por dentro do assunto.


Quer saber mais? Acesse aqui!